<body bgcolor="#000000" leftmargin="0" topmargin="0" rightmargin="0" bottommargin="0" marginwidth="0"><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5805460\x26blogName\x3dLife+would+be+so+wonderful+if+we+only...\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/\x26vt\x3d2451192399324840577', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Herr och fru Stckholm
En Lyckoriddare
Konsum Stockholm Promo
Luffarpetter
Gösta Berlings saga
Die Freudlose Gasse
Torrent
The Temptress
Flesh and the Devil
Love
The Divine Woman
The Misteryous Lady
A Woman of Affairs
Wild Orchids
The Single Standard
The Kiss
Anna Christie
Romance
Inspiration
Love Bussiness
Susan Lennox
Mata Hari
Grand Hotel
As you desire Me
Queen Cristina
The Painted Veil
Anna Karenina
Camille
Conquest
Ninotchka

Image hosting by Photobucket

09/01/2003 - 10/01/2003
06/01/2004 - 07/01/2004
07/01/2004 - 08/01/2004
08/01/2004 - 09/01/2004
09/01/2004 - 10/01/2004
10/01/2004 - 11/01/2004
11/01/2004 - 12/01/2004
12/01/2004 - 01/01/2005
01/01/2005 - 02/01/2005
02/01/2005 - 03/01/2005
03/01/2005 - 04/01/2005
04/01/2005 - 05/01/2005
05/01/2005 - 06/01/2005
06/01/2005 - 07/01/2005
07/01/2005 - 08/01/2005
08/01/2005 - 09/01/2005
09/01/2005 - 10/01/2005
10/01/2005 - 11/01/2005
11/01/2005 - 12/01/2005
12/01/2005 - 01/01/2006
01/01/2006 - 02/01/2006
02/01/2006 - 03/01/2006
03/01/2006 - 04/01/2006
04/01/2006 - 05/01/2006
05/01/2006 - 06/01/2006
06/01/2006 - 07/01/2006
07/01/2006 - 08/01/2006
08/01/2006 - 09/01/2006
09/01/2006 - 10/01/2006
10/01/2006 - 11/01/2006
11/01/2006 - 12/01/2006
12/01/2006 - 01/01/2007
01/01/2007 - 02/01/2007
02/01/2007 - 03/01/2007
03/01/2007 - 04/01/2007
04/01/2007 - 05/01/2007
05/01/2007 - 06/01/2007
06/01/2007 - 07/01/2007
07/01/2007 - 08/01/2007
08/01/2007 - 09/01/2007
09/01/2007 - 10/01/2007
10/01/2007 - 11/01/2007
11/01/2007 - 12/01/2007
12/01/2007 - 01/01/2008
01/01/2008 - 02/01/2008
02/01/2008 - 03/01/2008
03/01/2008 - 04/01/2008
04/01/2008 - 05/01/2008
05/01/2008 - 06/01/2008
06/01/2008 - 07/01/2008
07/01/2008 - 08/01/2008
08/01/2008 - 09/01/2008
09/01/2008 - 10/01/2008
10/01/2008 - 11/01/2008
11/01/2008 - 12/01/2008
12/01/2008 - 01/01/2009
02/01/2009 - 03/01/2009
03/01/2009 - 04/01/2009
07/01/2009 - 08/01/2009
08/01/2009 - 09/01/2009








website stats

Tuesday, June 15, 2004

 
Fazendo a limpa na caixa de correio ( eu ainda tenho ilusão de que voltarei a receber cartas, fazer o quê? ), descobri várias coisas absurdas. A maioria esmagadora dos mails guardados é de homens. E de moços que eu peguei. Dito isso, acho vou ali arrumar um pen friend e volto já, pelo menos é alguém que se amarrará em receber e responder cartas. Virtuais ou não.

As mensagens que não foram limadas são de amigas minhas e não fazem o menor sentido. Não é não façam sentido algum, é que estão muito mais para conversas de icq que aconteceram via mail, alguém de fora nunca conseguiria entender o que acontece na conversa, mas todos se entendem e sabem exatamente do que falam e porque falam.

O que eu mais gosto no meu sistema de webmail é o fato de ele guardar as mensagens com o mesmo assunto como conversações, o que me facilita a vida imensamente e evita que eu me perca entre a quantidade de mensagens recebidas e não responda a mesma coisa que alguém já respondeu. Delícia.

Voltando às cartas, gostaria de receber cartas em papel de novo. E sentir nelas o cheiro de alguém, ver como a caligrafia falha em alguns pontos, e ficar lendo e relendo e chorando e lembrando. E aquele aperto no coração toda vez que abre o envelope, na espera por uma foto, ver o tamanho da carta. Sinto muito a falta disso. Principalmente porque foi assim a primeira vez que eu me apaixonei. Nunca nem nos conhecemos, foi algo completamente mundo das idéias ( Platão se regozija em júbilo nesse momento ). Eu, de um lado apaixonadíssima por ele e ele do outro apaixonadíssimo por mim e nenhum dos dois disse nada, até ele revelar tudo numa derradeira carta. Nos perdemos um do outro. Embora ele sempre me venha a mente e eu goste de parar e ficar relendo todas as cartas que me foram mandandas, tentando lembrar das que escrevi. Às vezes, acho cartas que escrevi pra ele e nunca mandei e me dá vontade de mandar, não tenho mais o endereço.

E toda vez que posso, entro numa loja de perfumes pra sentir o cheiro dele e voltar aos dezesseis anos, quando tudo o que me preocupava era que ele não descobrisse o quanto me doía quando ele dizia que estava namorando ou interessado em alguma menina. Bons tempos. Saudade.
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 6:34 PM