<body bgcolor="#000000" leftmargin="0" topmargin="0" rightmargin="0" bottommargin="0" marginwidth="0"><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5805460\x26blogName\x3dLife+would+be+so+wonderful+if+we+only...\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/\x26vt\x3d2451192399324840577', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Herr och fru Stckholm
En Lyckoriddare
Konsum Stockholm Promo
Luffarpetter
Gösta Berlings saga
Die Freudlose Gasse
Torrent
The Temptress
Flesh and the Devil
Love
The Divine Woman
The Misteryous Lady
A Woman of Affairs
Wild Orchids
The Single Standard
The Kiss
Anna Christie
Romance
Inspiration
Love Bussiness
Susan Lennox
Mata Hari
Grand Hotel
As you desire Me
Queen Cristina
The Painted Veil
Anna Karenina
Camille
Conquest
Ninotchka

Image hosting by Photobucket

09/01/2003 - 10/01/2003
06/01/2004 - 07/01/2004
07/01/2004 - 08/01/2004
08/01/2004 - 09/01/2004
09/01/2004 - 10/01/2004
10/01/2004 - 11/01/2004
11/01/2004 - 12/01/2004
12/01/2004 - 01/01/2005
01/01/2005 - 02/01/2005
02/01/2005 - 03/01/2005
03/01/2005 - 04/01/2005
04/01/2005 - 05/01/2005
05/01/2005 - 06/01/2005
06/01/2005 - 07/01/2005
07/01/2005 - 08/01/2005
08/01/2005 - 09/01/2005
09/01/2005 - 10/01/2005
10/01/2005 - 11/01/2005
11/01/2005 - 12/01/2005
12/01/2005 - 01/01/2006
01/01/2006 - 02/01/2006
02/01/2006 - 03/01/2006
03/01/2006 - 04/01/2006
04/01/2006 - 05/01/2006
05/01/2006 - 06/01/2006
06/01/2006 - 07/01/2006
07/01/2006 - 08/01/2006
08/01/2006 - 09/01/2006
09/01/2006 - 10/01/2006
10/01/2006 - 11/01/2006
11/01/2006 - 12/01/2006
12/01/2006 - 01/01/2007
01/01/2007 - 02/01/2007
02/01/2007 - 03/01/2007
03/01/2007 - 04/01/2007
04/01/2007 - 05/01/2007
05/01/2007 - 06/01/2007
06/01/2007 - 07/01/2007
07/01/2007 - 08/01/2007
08/01/2007 - 09/01/2007
09/01/2007 - 10/01/2007
10/01/2007 - 11/01/2007
11/01/2007 - 12/01/2007
12/01/2007 - 01/01/2008
01/01/2008 - 02/01/2008
02/01/2008 - 03/01/2008
03/01/2008 - 04/01/2008
04/01/2008 - 05/01/2008
05/01/2008 - 06/01/2008
06/01/2008 - 07/01/2008
07/01/2008 - 08/01/2008
08/01/2008 - 09/01/2008
09/01/2008 - 10/01/2008
10/01/2008 - 11/01/2008
11/01/2008 - 12/01/2008
12/01/2008 - 01/01/2009
02/01/2009 - 03/01/2009
03/01/2009 - 04/01/2009
07/01/2009 - 08/01/2009
08/01/2009 - 09/01/2009








website stats

Monday, October 04, 2004

 
Eu sou humana e como tal tenho uma certa tendência a idealizar pessoas. Não todas as pessoas, apenas a pessoa com quem eu gostaria de passar o resto da minha vida. Aquela pessoa, que certamente não existe, mas que minha mente dodói gosta de criar para aquecer meu pobre coração de diva. Dentre as predileções físicas, só faço questão que seja mais alto do que eu e tenha ombros largos, onde eu posso ficar aconchegada nos dias frios e onde eu possa deitar a cabeça e mostrar para todos que ele é meu. E nós passeamos de mãos dadas e ele me põe no colo nas pedras do Arpoador pra ver o pôr-do-sol. Ou apenas ficamos num dos decks da Lagoa vendo um dia outono passar enquanto conversamos sobre tudo e nada. Nós viajamos para lugares frios e trepamos à beira da lareira, sobre um tapete fofo de pele e dormimos vestindo apenas o cobertor. Nós temos um gato e ele se chama Shadow e me faz companhia enquanto você não vem. Eu a tua menina, você é meu rapaz e nosso corpos sabem o bem que nos fazemos. Você me procura no meio da noite, tanto para o sexo, quanto para o abraço e se eu tenho pesadelos, meu rapaz, você me põe no colo e beija minhas lágrimas para longe e adormeço no teu peito, com teus cafunés, embriagada pelo teu cheiro. Você faz atividades físicas, não para ficar malhado e sarado, mas para manter a saúde e me abraça suado e me roda no ar, como se eu fosse tua boneca, e me carrega para o chuveiro e te esfrego as costas. Você me acorda com beijos e eu te levo café na cama. Você aperta a pasta de dentes no meio, você nunca abaixa a tábua da privada, não lava a louçe nem a roupa. Você é machista, meu rapaz, mas me beija e eu deixo tudo passar. Sim, nós brigamos, mas sempre fazemos as pazes porque sabemos ceder, os dois. Meus amigos te acham supimpa, teus amigos me acham uma brasa, mora e eles se gostam entre si também. Você chegou tarde do trabalho e não me avisou de onde estaria, você esqueceu nosso aniversário, mas encheu a nossa cama de pétalas de rosa, me pediu desculpas e eu relevei. Eu esqueci que iámos jantar fora, esqueci do aniversário da tua mãe e me desfiz em desculpas e te fiz massagens e fizemos as pazes gemendo de felicidade. E nós tivemos nossos filhos e eles os deles. E nós contamos histórias de como fomos e ainda somos felizes. E eu ainda sou a tua menina, mesmo enrugada e sem forças.
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 9:44 PM