<body bgcolor="#000000" leftmargin="0" topmargin="0" rightmargin="0" bottommargin="0" marginwidth="0"><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5805460\x26blogName\x3dLife+would+be+so+wonderful+if+we+only...\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/\x26vt\x3d2451192399324840577', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Herr och fru Stckholm
En Lyckoriddare
Konsum Stockholm Promo
Luffarpetter
Gösta Berlings saga
Die Freudlose Gasse
Torrent
The Temptress
Flesh and the Devil
Love
The Divine Woman
The Misteryous Lady
A Woman of Affairs
Wild Orchids
The Single Standard
The Kiss
Anna Christie
Romance
Inspiration
Love Bussiness
Susan Lennox
Mata Hari
Grand Hotel
As you desire Me
Queen Cristina
The Painted Veil
Anna Karenina
Camille
Conquest
Ninotchka

Image hosting by Photobucket

09/01/2003 - 10/01/2003
06/01/2004 - 07/01/2004
07/01/2004 - 08/01/2004
08/01/2004 - 09/01/2004
09/01/2004 - 10/01/2004
10/01/2004 - 11/01/2004
11/01/2004 - 12/01/2004
12/01/2004 - 01/01/2005
01/01/2005 - 02/01/2005
02/01/2005 - 03/01/2005
03/01/2005 - 04/01/2005
04/01/2005 - 05/01/2005
05/01/2005 - 06/01/2005
06/01/2005 - 07/01/2005
07/01/2005 - 08/01/2005
08/01/2005 - 09/01/2005
09/01/2005 - 10/01/2005
10/01/2005 - 11/01/2005
11/01/2005 - 12/01/2005
12/01/2005 - 01/01/2006
01/01/2006 - 02/01/2006
02/01/2006 - 03/01/2006
03/01/2006 - 04/01/2006
04/01/2006 - 05/01/2006
05/01/2006 - 06/01/2006
06/01/2006 - 07/01/2006
07/01/2006 - 08/01/2006
08/01/2006 - 09/01/2006
09/01/2006 - 10/01/2006
10/01/2006 - 11/01/2006
11/01/2006 - 12/01/2006
12/01/2006 - 01/01/2007
01/01/2007 - 02/01/2007
02/01/2007 - 03/01/2007
03/01/2007 - 04/01/2007
04/01/2007 - 05/01/2007
05/01/2007 - 06/01/2007
06/01/2007 - 07/01/2007
07/01/2007 - 08/01/2007
08/01/2007 - 09/01/2007
09/01/2007 - 10/01/2007
10/01/2007 - 11/01/2007
11/01/2007 - 12/01/2007
12/01/2007 - 01/01/2008
01/01/2008 - 02/01/2008
02/01/2008 - 03/01/2008
03/01/2008 - 04/01/2008
04/01/2008 - 05/01/2008
05/01/2008 - 06/01/2008
06/01/2008 - 07/01/2008
07/01/2008 - 08/01/2008
08/01/2008 - 09/01/2008
09/01/2008 - 10/01/2008
10/01/2008 - 11/01/2008
11/01/2008 - 12/01/2008
12/01/2008 - 01/01/2009
02/01/2009 - 03/01/2009
03/01/2009 - 04/01/2009
07/01/2009 - 08/01/2009
08/01/2009 - 09/01/2009








website stats

Wednesday, November 03, 2004

 
Let me go, she said, and I will want you more...


Estava notando que pelas coisas que eu digo, parece que eu quero um namorado agora. Não é bem assim, porque o amor, assim como o desejo todos esses sentimentos, simplesmente acontece. Não é uma coisa que se planeje "ah, então na quinta-feira às 17 horas, eu me apaixonarei perdidamente". Não, crianças, o amor é aquele sujeito divertido que brinca de pique-esconde e pode querer se mostrar em qualquer lugar. O que me incomoda é a atitude de já começar qualquer troca de olhares com a expressão jamais daria certo entre nós martelando a mente. Essa ou a famosa não quero nada sério agora. E eu perguntei alguma coisa?

Não que o fato de me dizerem isso realmente aticem qualquer vontade que não a de mandar o cidadão ir não querer nada na puta que o pariu. Como assim jamais daria certo se você nem ao menos me conhece? E, meu filho, me defina que porra é querer "alguma coisa séria"? Quem disse que namoro não pode ser divertido? Essas frases me broxam sentimentalmente horrores, afinal de contas, você nem provou a bebida e já está me dizendo que não vai comprar a garrafa. Não é que eu me agarre a qualquer pessoa na esperança de que seja o meu príncipe encantado, não é isso, mas já colocar o pé na porta dizendo que não vai investir em nada é meio frustrante.

Óquei, darling, é teu direito só me querer com hormônios, mas é meu direito - assim como o é de todos - me encantar, me envolver e querer um pouco de sentimento sim. Carinho, afeto, respeito, sei lá, é prerrogativa minha esperar algo assim. Me é permitido querer mais do que os poucos minutos de prazer que eu passo contigo, me é concedido querer adormecer nos teus braços e te olhar dormindo, mesmo que seja só para ver onde vai dar, se é que vai dar em algum lugar.

O que me destroça mesmo é a falta de esperança que você tem em mim, romanticamente falando.
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 9:59 AM