<body bgcolor="#000000" leftmargin="0" topmargin="0" rightmargin="0" bottommargin="0" marginwidth="0"><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5805460\x26blogName\x3dLife+would+be+so+wonderful+if+we+only...\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/\x26vt\x3d2451192399324840577', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Herr och fru Stckholm
En Lyckoriddare
Konsum Stockholm Promo
Luffarpetter
Gösta Berlings saga
Die Freudlose Gasse
Torrent
The Temptress
Flesh and the Devil
Love
The Divine Woman
The Misteryous Lady
A Woman of Affairs
Wild Orchids
The Single Standard
The Kiss
Anna Christie
Romance
Inspiration
Love Bussiness
Susan Lennox
Mata Hari
Grand Hotel
As you desire Me
Queen Cristina
The Painted Veil
Anna Karenina
Camille
Conquest
Ninotchka

Image hosting by Photobucket

09/01/2003 - 10/01/2003
06/01/2004 - 07/01/2004
07/01/2004 - 08/01/2004
08/01/2004 - 09/01/2004
09/01/2004 - 10/01/2004
10/01/2004 - 11/01/2004
11/01/2004 - 12/01/2004
12/01/2004 - 01/01/2005
01/01/2005 - 02/01/2005
02/01/2005 - 03/01/2005
03/01/2005 - 04/01/2005
04/01/2005 - 05/01/2005
05/01/2005 - 06/01/2005
06/01/2005 - 07/01/2005
07/01/2005 - 08/01/2005
08/01/2005 - 09/01/2005
09/01/2005 - 10/01/2005
10/01/2005 - 11/01/2005
11/01/2005 - 12/01/2005
12/01/2005 - 01/01/2006
01/01/2006 - 02/01/2006
02/01/2006 - 03/01/2006
03/01/2006 - 04/01/2006
04/01/2006 - 05/01/2006
05/01/2006 - 06/01/2006
06/01/2006 - 07/01/2006
07/01/2006 - 08/01/2006
08/01/2006 - 09/01/2006
09/01/2006 - 10/01/2006
10/01/2006 - 11/01/2006
11/01/2006 - 12/01/2006
12/01/2006 - 01/01/2007
01/01/2007 - 02/01/2007
02/01/2007 - 03/01/2007
03/01/2007 - 04/01/2007
04/01/2007 - 05/01/2007
05/01/2007 - 06/01/2007
06/01/2007 - 07/01/2007
07/01/2007 - 08/01/2007
08/01/2007 - 09/01/2007
09/01/2007 - 10/01/2007
10/01/2007 - 11/01/2007
11/01/2007 - 12/01/2007
12/01/2007 - 01/01/2008
01/01/2008 - 02/01/2008
02/01/2008 - 03/01/2008
03/01/2008 - 04/01/2008
04/01/2008 - 05/01/2008
05/01/2008 - 06/01/2008
06/01/2008 - 07/01/2008
07/01/2008 - 08/01/2008
08/01/2008 - 09/01/2008
09/01/2008 - 10/01/2008
10/01/2008 - 11/01/2008
11/01/2008 - 12/01/2008
12/01/2008 - 01/01/2009
02/01/2009 - 03/01/2009
03/01/2009 - 04/01/2009
07/01/2009 - 08/01/2009
08/01/2009 - 09/01/2009








website stats

Monday, November 08, 2004

 
O horror, o horror...

O povo do comércio já decidiu que é natal. Novembro está só começando e eles já querem terminar com o ano, mas tudo bem, direito deles. Afinal, já começou o horário de verão, o calor insuportável daqui já mandou avisar que esse verão não vai ser igual aquele que passou, principalmente porque vamos todos poder estrondar no ar refrigerado já que ninguém nem mencionou a palavra racionamento (embora os bancos ainda mantenham aquela palhaçada de não se poder sacar depois das 22, pra economizar energia elétrica).

E se você acha que tudo isso, por si só, já horroroso o suficiente, ainda não viu NA-DA. Nessa época natalina, além daquela breguice de desejar um feliz natal e um próspero ano novo, com as cartas de políticos com cartões bregas e shoppings lotados chega também a Árvore de natal da Lagoa. E se aquilo não está no Museu do Feio com destaque, pompa e circunstância, eu não sei o que está.

Na boa, a bichinha além de ser feia, cafona e assustadoramente desnecessária, ainda causa um tumulto desgraçado no trânsito. Eu, como pessoa que habita o subúrbio, mas que gosta de tomar um fresquinho na zona sul SEMPRE levo horas num trajeto que devria ser feito rapidamente (principalmente depois que inventaram um ônibus rápido para a zona sul). Não que importe muito estar de carro, ônibus ou a pé, afinal, a orla da Lagoa fica intrasitável mesmo. Por que? Porque a pobretada toda se aglomera pra tirar foto da Torre Negra em questão.

Quer dizer, não bastasse o natal ser uma coisa bizzarra para países que o celebram no verão (ah, vai dizer que comer todas aquelas delícias não dá um puta calor? Vai dizer que é divertido passar o dia todo esquentando o umbigo no fogão vigiando peru, tender, lombinho e chester é realemnte apropriado no calor desértico que faz aqui em dezembro?) ainda se tem que ficar derretendo porque nego resolveu levar as criança tudo pra ver a árvore. E não adianta não passar pela Lagoa, porque o congestionamento se estende pelas ruas "paralelas". Oras, tem mais gente que quer fugir daquele espetáculo medonho do que vias. Isso sem mencionar o fato de que todo mundo que tem um carro com ar refrigerado tira o veículo da garagem, porque ninguém merece ficar parado na rua derretendo enquanto "admira" aquela ode ao horror.

A última grande invenção do povo que elabora a árvore foi a sensação de neve. Como assim neve em pleno Rio de Janeiro, no ponto máximo do verão? Era pra eu me sentir mais fresquinha quando visse aqueles flocos de neon azul? Era pra eu acher criativo? Era pra ser bonito? Porra, erraram feio. E como se isso tudo não fosse tortura o bastante, inventaram de colocar canhões de luz na base da porcaria giratória que navega pela lagoa. Amigo, eu via os facho de luz aqui da minha casa. E quase chorava. Na boa, o Rio é uma cidade linda, por que nego curte enfeiar a cidade? Não é suficientemente ruim ter o portal de Ipanema? O obelisco? O relógio do Hans Donner? Os cruzamentos com chão pintado de cores fortes em xadrez? Não? Ah tá, então...
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 1:10 PM