<body bgcolor="#000000" leftmargin="0" topmargin="0" rightmargin="0" bottommargin="0" marginwidth="0"><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5805460\x26blogName\x3dLife+would+be+so+wonderful+if+we+only...\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/\x26vt\x3d2451192399324840577', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Herr och fru Stckholm
En Lyckoriddare
Konsum Stockholm Promo
Luffarpetter
Gösta Berlings saga
Die Freudlose Gasse
Torrent
The Temptress
Flesh and the Devil
Love
The Divine Woman
The Misteryous Lady
A Woman of Affairs
Wild Orchids
The Single Standard
The Kiss
Anna Christie
Romance
Inspiration
Love Bussiness
Susan Lennox
Mata Hari
Grand Hotel
As you desire Me
Queen Cristina
The Painted Veil
Anna Karenina
Camille
Conquest
Ninotchka

Image hosting by Photobucket

09/01/2003 - 10/01/2003
06/01/2004 - 07/01/2004
07/01/2004 - 08/01/2004
08/01/2004 - 09/01/2004
09/01/2004 - 10/01/2004
10/01/2004 - 11/01/2004
11/01/2004 - 12/01/2004
12/01/2004 - 01/01/2005
01/01/2005 - 02/01/2005
02/01/2005 - 03/01/2005
03/01/2005 - 04/01/2005
04/01/2005 - 05/01/2005
05/01/2005 - 06/01/2005
06/01/2005 - 07/01/2005
07/01/2005 - 08/01/2005
08/01/2005 - 09/01/2005
09/01/2005 - 10/01/2005
10/01/2005 - 11/01/2005
11/01/2005 - 12/01/2005
12/01/2005 - 01/01/2006
01/01/2006 - 02/01/2006
02/01/2006 - 03/01/2006
03/01/2006 - 04/01/2006
04/01/2006 - 05/01/2006
05/01/2006 - 06/01/2006
06/01/2006 - 07/01/2006
07/01/2006 - 08/01/2006
08/01/2006 - 09/01/2006
09/01/2006 - 10/01/2006
10/01/2006 - 11/01/2006
11/01/2006 - 12/01/2006
12/01/2006 - 01/01/2007
01/01/2007 - 02/01/2007
02/01/2007 - 03/01/2007
03/01/2007 - 04/01/2007
04/01/2007 - 05/01/2007
05/01/2007 - 06/01/2007
06/01/2007 - 07/01/2007
07/01/2007 - 08/01/2007
08/01/2007 - 09/01/2007
09/01/2007 - 10/01/2007
10/01/2007 - 11/01/2007
11/01/2007 - 12/01/2007
12/01/2007 - 01/01/2008
01/01/2008 - 02/01/2008
02/01/2008 - 03/01/2008
03/01/2008 - 04/01/2008
04/01/2008 - 05/01/2008
05/01/2008 - 06/01/2008
06/01/2008 - 07/01/2008
07/01/2008 - 08/01/2008
08/01/2008 - 09/01/2008
09/01/2008 - 10/01/2008
10/01/2008 - 11/01/2008
11/01/2008 - 12/01/2008
12/01/2008 - 01/01/2009
02/01/2009 - 03/01/2009
03/01/2009 - 04/01/2009
07/01/2009 - 08/01/2009
08/01/2009 - 09/01/2009








website stats

Friday, September 02, 2005

 
Relançaram aquele album de figurinhas do Amar é...* Até aí nada, porque muita gente não sabe/lembra do que se trata, mas eu explico: eram umas figurinhas de uns bonequinhos pelados e umas frases bregas. Eu achei a idéia genial, porque sempre fui fã daquilo, não entendia metade das coisas, mas achava bonitinho, sabe?

Só que (e sempre temos esse tipo de conectivo) eles resolveram fazer uma coisa mais "politicamente correta" e não-machista. E aí que meu problema começa. Porque não importa o quão tentem diminuir a carga de "machismo" que as coisas carregavam, sempre vai restar algo. E, invariavelmente, alguma mulé mudernosa-descolê vai reclamar (vide link lá em baixo). Não sei se é a minha criação, não sei se são meus valores, não sei o que é, mas cuidar do ser amado sempre me pareceu algo muito legal. E cada um faz como pode.

Se pararmos pra pensar, o mundo sempre funcionou desse jeito, desde que resolvemos andar em 2 pernas. Teoricamente os machos iam caçar e as monas ficavam na caverna, sendo gatas. E era uma sociedade matriarcal. Pra mim, machismo nada mais é do que recalque masculino a respeito da superioridade feminina. Mas as amiguinhas inisitem em não ver. E o pior: querem mais é acabar com isso! Nunca escondi de ninguém que acho meio absurdo isso de me tirarem escolha, sabem?

Hoje em dia é feio uma mulher dizer publicamente que adoraria ser mãe e esposa. Não recrimino nem diminuo a garra das que precisaram sair de casa e arrumar emprego e sustentar filho e cuidar de casa, aliás, admiro todas elas, mas não foram essas as que queimaram sutiãs. As que que foram reclamar eram as que tinham "inveja do pênis", as que vivem se comparando aos homens e só se sentem bem quando masculinizadas ou algo parecido. Elas mesmas, nessa vontade toda de "mudar o mundo", se esqueceram que existem mulheres que querem casar e ter filhos e basear a existência delas em cuidar da família e nem por isso serão menos realizadas ou felizes, ou plenas. Aliás, serão sim, porque não-pode-que-absurdo-tanta-gente-lutou-pra-você-ter-um-salário-bom-hoje-em-dia e a coitadinha vai lá, trabalhar incessantemente, criar 5 gatos e viver à base de prozac porque ninguém perguntou o que ela queria e se era aquilo que ela entedia como realização pessoal.

A mulherada está tão ocupada em se comportar feito macho que se esquece de ser feminina, se deixar a delicadeza típica XX fluir. Viramos um bando de predadoras vorazes, perdemos o colo aconchegante e o direito de pedir carinho. Quer dizer, elas perderam, porque eu não queimei nenhum sutiã.


*Refresque a memória aqui
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 12:35 PM