<body bgcolor="#000000" leftmargin="0" topmargin="0" rightmargin="0" bottommargin="0" marginwidth="0"><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5805460\x26blogName\x3dLife+would+be+so+wonderful+if+we+only...\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/\x26vt\x3d2451192399324840577', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Herr och fru Stckholm
En Lyckoriddare
Konsum Stockholm Promo
Luffarpetter
Gösta Berlings saga
Die Freudlose Gasse
Torrent
The Temptress
Flesh and the Devil
Love
The Divine Woman
The Misteryous Lady
A Woman of Affairs
Wild Orchids
The Single Standard
The Kiss
Anna Christie
Romance
Inspiration
Love Bussiness
Susan Lennox
Mata Hari
Grand Hotel
As you desire Me
Queen Cristina
The Painted Veil
Anna Karenina
Camille
Conquest
Ninotchka

Image hosting by Photobucket

09/01/2003 - 10/01/2003
06/01/2004 - 07/01/2004
07/01/2004 - 08/01/2004
08/01/2004 - 09/01/2004
09/01/2004 - 10/01/2004
10/01/2004 - 11/01/2004
11/01/2004 - 12/01/2004
12/01/2004 - 01/01/2005
01/01/2005 - 02/01/2005
02/01/2005 - 03/01/2005
03/01/2005 - 04/01/2005
04/01/2005 - 05/01/2005
05/01/2005 - 06/01/2005
06/01/2005 - 07/01/2005
07/01/2005 - 08/01/2005
08/01/2005 - 09/01/2005
09/01/2005 - 10/01/2005
10/01/2005 - 11/01/2005
11/01/2005 - 12/01/2005
12/01/2005 - 01/01/2006
01/01/2006 - 02/01/2006
02/01/2006 - 03/01/2006
03/01/2006 - 04/01/2006
04/01/2006 - 05/01/2006
05/01/2006 - 06/01/2006
06/01/2006 - 07/01/2006
07/01/2006 - 08/01/2006
08/01/2006 - 09/01/2006
09/01/2006 - 10/01/2006
10/01/2006 - 11/01/2006
11/01/2006 - 12/01/2006
12/01/2006 - 01/01/2007
01/01/2007 - 02/01/2007
02/01/2007 - 03/01/2007
03/01/2007 - 04/01/2007
04/01/2007 - 05/01/2007
05/01/2007 - 06/01/2007
06/01/2007 - 07/01/2007
07/01/2007 - 08/01/2007
08/01/2007 - 09/01/2007
09/01/2007 - 10/01/2007
10/01/2007 - 11/01/2007
11/01/2007 - 12/01/2007
12/01/2007 - 01/01/2008
01/01/2008 - 02/01/2008
02/01/2008 - 03/01/2008
03/01/2008 - 04/01/2008
04/01/2008 - 05/01/2008
05/01/2008 - 06/01/2008
06/01/2008 - 07/01/2008
07/01/2008 - 08/01/2008
08/01/2008 - 09/01/2008
09/01/2008 - 10/01/2008
10/01/2008 - 11/01/2008
11/01/2008 - 12/01/2008
12/01/2008 - 01/01/2009
02/01/2009 - 03/01/2009
03/01/2009 - 04/01/2009
07/01/2009 - 08/01/2009
08/01/2009 - 09/01/2009








website stats

Thursday, January 11, 2007

 
Pandeiros ciganos.



Que Heroes é a melhor série de 2006 não há dúvida nenhuma. Mas 2005 teve Roma e foi algo de foda. Óquei, teve Lost, mas Roma está num outro tipo de fodice, é uma série que não depende de temporadas, é como CSI nos bons tempos, onde se precisava pouco dos episódios anteriores, porque é bem estruturada e as coisas se vão explicando e você vai estar entendendo.

A série conta das fofocas da transformação da República nos Império Romano como conhecemos. Mas isso é mera ilustração porque a gente tá interessado mesmo é em quem está comendo quem; quem são os fura-olhos; quem tá explanando os amigos, porque só tem 2 vacilações nessa vida: virar viado e cagüetar os amigos, já diriam Cidinho & Doca. E o povo romano se amarrava numa intriga, num babado e numa confusão. Então, é como se fosse um Bigue Bróder com figuras históricas. E a gente vê porque é sensacional, pouca gente presta e isso torna a série um ninho de cobras, onde o que interessa mesmo é ver gerau se dando mal. Ou bem, dependendo do contexto.

Não são todos malvadões sem coração. Tem gente honesta, trabalhadora e honrada. E tem gente que só é sem noção, por isso faz umas merdas, mas tem o coração puro. Mas os "vilões" são os que temperam a série. Na real, sem a Atia, por exemplo, Roma não teria metade de graça, porque ela é quem praticamente faz a série andar, mesmo involuntariamente.

E toda essa fofoca ainda é bem feita de doer. Porque você não consegue ver um episódio só e sair pra passear, você fica discutindo, como se fosse uma das coisas mais importantes do mundo. Porque é. Mesmo que dali umas 2 horas você nem se lembre, não dá pra ver Rome e fazer algo na seguida, você fica ali, com o coração na mão tecendo teorias. E a parada te supreende, mesmo contando uma das histórias mais batidas do universo conhecido. Só pra dar idéia da grandeza da série.

Os personagens, basicamente, se dividem em 2 núcleos: nobreza e poveza. Na nobreza a gente tem Cesar, Servilia e Brutus, Atia e filhos*, Marco Antonio, senado e clero. Na poveza tem Lucius (com sua familia) e Titus (que além de serem os gatos da Xianey são as melhores personagens, de boa). Lucius Vorenus era centurião-chefe (não me perturbem com patentes)da décima-terceira legião e eles chutavam rabos em nome de Roma, basicamente, mas chutavam MESMO, com FORÇA, além disso ele é o cara mais honrado e correto do mundo. Às vezes dá um pouco de pena porque ele chega a ser meio inocente. Na confusão, Titus Pullo cola nele e eles vivem mil aventuras. Brinks. Eles meio que não se suportam de início, mas acabam criando afinidades, mesmo que o Titus só vise comer a mulerada e encher a cara.

No núcleo nobreza ninguém presta. Sério mesmo. Bando de inocente juvenil criado a leite de pêra e ovomaltino e eles são os mais interessantes. Ver como o povo gasta tempo pra foder um ao outro e trocam amizades quando estão juntos é um aula. De como ser falso e enfurecer pessoas, mas é uma aula. Cobra comendo cobra. e isso te deixa feliz e contente, porque é muito divertido ver as tramóias e como as pessoas trepavam em Roma. Nossa, sexo é moeda de troca pra tudo, incrível e todo mundo se come, sem distinção de sexo nem de idade. Só de classe, porque, ora veja se um nobre vai sair por aí se deitando com um legionário, não é mesmo? E nem as crianças se salvam, afinal, Otávio é ruim, pessoal. RUIM DEMAIS, o que prova que maldade deve ser genético.

E o elenco foi muito bem escolhido. Muito mesmo. Enfim, é uma sperie que faz valer a pena o tempo gasto conversando com seu amigo Paul Torrent(valeu, Yabu) e as horas sentadinho em frente ao computador. Domingo começa de novo e eu estarei, na segunda, bem bonita esperando a música de abertura e cantando junto com os pandeirinhos ciganos. Ai, ai, Marco Antonio; ai, ai Lucius Vorenus...
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 9:22 AM