<body bgcolor="#000000" leftmargin="0" topmargin="0" rightmargin="0" bottommargin="0" marginwidth="0"><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5805460\x26blogName\x3dLife+would+be+so+wonderful+if+we+only...\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/\x26vt\x3d2451192399324840577', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Herr och fru Stckholm
En Lyckoriddare
Konsum Stockholm Promo
Luffarpetter
Gösta Berlings saga
Die Freudlose Gasse
Torrent
The Temptress
Flesh and the Devil
Love
The Divine Woman
The Misteryous Lady
A Woman of Affairs
Wild Orchids
The Single Standard
The Kiss
Anna Christie
Romance
Inspiration
Love Bussiness
Susan Lennox
Mata Hari
Grand Hotel
As you desire Me
Queen Cristina
The Painted Veil
Anna Karenina
Camille
Conquest
Ninotchka

Image hosting by Photobucket

09/01/2003 - 10/01/2003
06/01/2004 - 07/01/2004
07/01/2004 - 08/01/2004
08/01/2004 - 09/01/2004
09/01/2004 - 10/01/2004
10/01/2004 - 11/01/2004
11/01/2004 - 12/01/2004
12/01/2004 - 01/01/2005
01/01/2005 - 02/01/2005
02/01/2005 - 03/01/2005
03/01/2005 - 04/01/2005
04/01/2005 - 05/01/2005
05/01/2005 - 06/01/2005
06/01/2005 - 07/01/2005
07/01/2005 - 08/01/2005
08/01/2005 - 09/01/2005
09/01/2005 - 10/01/2005
10/01/2005 - 11/01/2005
11/01/2005 - 12/01/2005
12/01/2005 - 01/01/2006
01/01/2006 - 02/01/2006
02/01/2006 - 03/01/2006
03/01/2006 - 04/01/2006
04/01/2006 - 05/01/2006
05/01/2006 - 06/01/2006
06/01/2006 - 07/01/2006
07/01/2006 - 08/01/2006
08/01/2006 - 09/01/2006
09/01/2006 - 10/01/2006
10/01/2006 - 11/01/2006
11/01/2006 - 12/01/2006
12/01/2006 - 01/01/2007
01/01/2007 - 02/01/2007
02/01/2007 - 03/01/2007
03/01/2007 - 04/01/2007
04/01/2007 - 05/01/2007
05/01/2007 - 06/01/2007
06/01/2007 - 07/01/2007
07/01/2007 - 08/01/2007
08/01/2007 - 09/01/2007
09/01/2007 - 10/01/2007
10/01/2007 - 11/01/2007
11/01/2007 - 12/01/2007
12/01/2007 - 01/01/2008
01/01/2008 - 02/01/2008
02/01/2008 - 03/01/2008
03/01/2008 - 04/01/2008
04/01/2008 - 05/01/2008
05/01/2008 - 06/01/2008
06/01/2008 - 07/01/2008
07/01/2008 - 08/01/2008
08/01/2008 - 09/01/2008
09/01/2008 - 10/01/2008
10/01/2008 - 11/01/2008
11/01/2008 - 12/01/2008
12/01/2008 - 01/01/2009
02/01/2009 - 03/01/2009
03/01/2009 - 04/01/2009
07/01/2009 - 08/01/2009
08/01/2009 - 09/01/2009








website stats

Wednesday, June 18, 2008

 
To learn list

Angela Chase já disse que a vida deveria vir com manual de instruções, pra sabermos o que fazer, mas não vem. A gente aprende mesmo é na porrada. Tem que bater a cabeça, tem que doer, tem que formar cicatrizes e, mesmo assim, às vezes, a gente esquece. Rafiki, em O Rei Leão, também nos ensina que mesmo que o passado doa, está no passado; e também que mudar é bom, mesmo que traga um ou outro incoveniente. Baseada nisso, resolvi fazer a minha lista de coisas a aprender. É como um programa de estudos que precisa ser aprendido e, acima de tudo, compreendido. Especialmente se eu realmente viso me tornar uma pessoa melhor. Pra mim, claro.

-Entender que pessoas mudam de idéia e não é culpa de ninguém. Todas as pessoas: amigos, amores, peguetes, potencias paixões, você e eu. E isso é bom, mostra que ninguém está morto.

-Que encantos vêm e vão e não necessariamente serão recíprocos. Mas que é bom tirar um tempo pra sofrer um pouco por cada um que se perde. Mesmo que pouco, ainda é um sinal de que bate dentro do peito um coração que ainda tem muito pra dar e sonha em receber.

-Aprender que mesmo que o primeiro beijo venha carregado de um potencial apaixonante enorme, não há nenhuma garantia de que a paixão venha a acontecer. E curtir toda a delícia daquele contato enquanto ele durar, sem ficar viajando em todas as hipóteses do mundo. Afinal, um primeiro beijo apaixonante pode ser apenas gostoso e sem pretensões. Mas jamais desisitir de achar aquele primeiro beijo que não só será deliciosamente apaixonante, como também será meu por um longo tempo.

-Que mesmo distante, as minhas pessoas sempre serão minhas. E eu sempre serei delas. Então não precisa que se cobre nenhum tipo de presença em nenhum tipo de universo. Mas não deixar de aparecer de quando em quando para perguntar da vida.

-Que, assim como as minhas pessoas, os meus lugares sempre serão meus e estarão comigo e eu com eles. Porque não se deixa um pedaço do coração num lugar somente de adubo. E que sempre posso visitá-los com os olhos fechados.

-Que a tristeza passa. Por mais que aperte o coração ao ponto de a gente se sentir sem ar, ela vai embora, eventualmente.

-E o principal é que não importa o quanto demore, o meu par de lábios está por aí me esperando. Talvez tão chateado e desesperançoso e esgotado emocionalmente que escreve uma lista de coisas a aprender num blog, num e-mail, numa folha arrancada que vai ser jogada ao vento, num acesso fúria. Talvez se perguntando a razão dos encantos. Talvez vivendo a vida sem pensar em muito a não ser continuar respirando. Ou talvez bem feliz, sentado ao sol numa praça, lendo o jornal e, enquanto o vento despenteia seu cabelo, ele sorri e pensa que, ah, esse mundo não é de todo mau. E que talvez, esteja na hora de vir me encontrar, já que eu estou demorando mais do que ele acha necessário.

No mais, dream a little dream of me...
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 2:13 PM