<body bgcolor="#000000" leftmargin="0" topmargin="0" rightmargin="0" bottommargin="0" marginwidth="0"><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5805460\x26blogName\x3dLife+would+be+so+wonderful+if+we+only...\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/\x26vt\x3d2451192399324840577', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Herr och fru Stckholm
En Lyckoriddare
Konsum Stockholm Promo
Luffarpetter
Gösta Berlings saga
Die Freudlose Gasse
Torrent
The Temptress
Flesh and the Devil
Love
The Divine Woman
The Misteryous Lady
A Woman of Affairs
Wild Orchids
The Single Standard
The Kiss
Anna Christie
Romance
Inspiration
Love Bussiness
Susan Lennox
Mata Hari
Grand Hotel
As you desire Me
Queen Cristina
The Painted Veil
Anna Karenina
Camille
Conquest
Ninotchka

Image hosting by Photobucket

09/01/2003 - 10/01/2003
06/01/2004 - 07/01/2004
07/01/2004 - 08/01/2004
08/01/2004 - 09/01/2004
09/01/2004 - 10/01/2004
10/01/2004 - 11/01/2004
11/01/2004 - 12/01/2004
12/01/2004 - 01/01/2005
01/01/2005 - 02/01/2005
02/01/2005 - 03/01/2005
03/01/2005 - 04/01/2005
04/01/2005 - 05/01/2005
05/01/2005 - 06/01/2005
06/01/2005 - 07/01/2005
07/01/2005 - 08/01/2005
08/01/2005 - 09/01/2005
09/01/2005 - 10/01/2005
10/01/2005 - 11/01/2005
11/01/2005 - 12/01/2005
12/01/2005 - 01/01/2006
01/01/2006 - 02/01/2006
02/01/2006 - 03/01/2006
03/01/2006 - 04/01/2006
04/01/2006 - 05/01/2006
05/01/2006 - 06/01/2006
06/01/2006 - 07/01/2006
07/01/2006 - 08/01/2006
08/01/2006 - 09/01/2006
09/01/2006 - 10/01/2006
10/01/2006 - 11/01/2006
11/01/2006 - 12/01/2006
12/01/2006 - 01/01/2007
01/01/2007 - 02/01/2007
02/01/2007 - 03/01/2007
03/01/2007 - 04/01/2007
04/01/2007 - 05/01/2007
05/01/2007 - 06/01/2007
06/01/2007 - 07/01/2007
07/01/2007 - 08/01/2007
08/01/2007 - 09/01/2007
09/01/2007 - 10/01/2007
10/01/2007 - 11/01/2007
11/01/2007 - 12/01/2007
12/01/2007 - 01/01/2008
01/01/2008 - 02/01/2008
02/01/2008 - 03/01/2008
03/01/2008 - 04/01/2008
04/01/2008 - 05/01/2008
05/01/2008 - 06/01/2008
06/01/2008 - 07/01/2008
07/01/2008 - 08/01/2008
08/01/2008 - 09/01/2008
09/01/2008 - 10/01/2008
10/01/2008 - 11/01/2008
11/01/2008 - 12/01/2008
12/01/2008 - 01/01/2009
02/01/2009 - 03/01/2009
03/01/2009 - 04/01/2009
07/01/2009 - 08/01/2009
08/01/2009 - 09/01/2009








website stats

Thursday, March 03, 2005

 
Milk, toast and honey, ain't it funny...

Ela passa a mão pelos cabelos e conta as bitucas de cigarro no cizeiro e pensa em quantos canecas de café já tomou. Os olhos vão até a folha em branco enquanto gira a caneta entre os dedos. Não há idéia nenhuma na cabeça e um aperto no coração. As coisas não estão bem. Pega a agenda de telefones e pensa em ligar pra alguém, em tomar umas cervejas, em ver gente e em como seria bom ter alguém pra dividir tudo. As contas, a pasta de dentes, o chuveiro, o travesseiro, a vida. Quer andar de mãos dadas, quer sentir o cheiro nos lençóis e falar sobre amenidades, ter uma crise de ciúmes infundada e chorar num colo até dormir, ainda soluçando.

Sente saudades, cansaço, solidão, sono, tristeza. Sonha com uma vida diferente e se pergunta onde foi mesmo que se perdeu de si mesma. Sacode a cabeça para espantar os maus pensamentos e reunir forças para terminar a tarefas, afinal, precisa pagar as contas, comer e garantir uma ou outra bebidinha, para desopilar. E os cigarros, tem que pagar os cigarros. Nenhuma idéia naquela noite. Não consegue pensar em nada produtivo há tanto tempo que nem se lembra mais. Gostaria de saber quando foi mesmo que foi engolida pelo sistema e desistiu da vida boêmia com que sonhara, de todo o romance que imaginava dentro de sua cabeça nos tempos de colégio e faculdade. Sentia falta de toda a alegria daquele tempo, da ausência de preocupações, da leveza que a vida universitária proporcionou. Dos porres, das festas, das noites cheias de etílicos misturados na casa de algum amigo que morava sozinho e sempre terminava com um monte de jovens dormindo pelo chão. Um sorriso passa rápido pela boca e ela vai pro computador. Acende outro cigarro, mais gole no café e os dedos passeiam pelas teclas. Não era a inspiração, era só uma conversa pelo MSN, o word continua aberto e nenhuma letra está escrita lá.

Ela olha o branco da tela com tristeza e pensa que será uma longa noite. Mais uma.
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 6:57 PM



Wednesday, March 02, 2005

 
Esse mundo está cada vez mais doido. Ontem mesmo li que na Costa Rica querem proibir o VoIP, que é tipo o futuro. Tudo porque as companhias telefônicas estão se sentindo lesadas. Ou seja, essa medi vai travar o desenvolvimento de softwares no país porque meia dúzia de endinheirados não querem perder um tanto. Plahaçada.

Hoje leio que o Japão desenvolveu uma tecnologia que reconhecimento facial para camêras de telefones. O que isso quer dizer? Quer dizer que toda vez que você for ligar pra alguém tem que tirar uma fotinho, pra o telefone liberar *ui* seu uso.

Eu acho que tem gente com muito tempo sobrando.
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 5:09 PM



Tuesday, March 01, 2005

 
I hear the clock at six a.m., I feel so far from where I've been...

A claridade do mundo vem me tirar do sono e dizer é hora de levantar e enfrentar tudo aquilo de quem a noite me protege. Eu sempre gostei mais das noites do que dos dias. O sol me machuca os olhos, o excesso de pessoas indo, vindo, se esbarrando e atrapalhando o andar me incomoda, o trânsito que não anda me exaspera e o calor, sempre ele, me deixa com a sesação de sujeira. Não gosto de estar melada e esbarrar na melação alheia. A noite é sempre convidativa, insinuante, como uma pin-up que apenas dança, sem mostrar todos os encantos de fato. É, eu sempre gostei mais das noites...
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 10:36 PM