<body bgcolor="#000000" leftmargin="0" topmargin="0" rightmargin="0" bottommargin="0" marginwidth="0"><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5805460\x26blogName\x3dLife+would+be+so+wonderful+if+we+only...\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/\x26vt\x3d2451192399324840577', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Herr och fru Stckholm
En Lyckoriddare
Konsum Stockholm Promo
Luffarpetter
Gösta Berlings saga
Die Freudlose Gasse
Torrent
The Temptress
Flesh and the Devil
Love
The Divine Woman
The Misteryous Lady
A Woman of Affairs
Wild Orchids
The Single Standard
The Kiss
Anna Christie
Romance
Inspiration
Love Bussiness
Susan Lennox
Mata Hari
Grand Hotel
As you desire Me
Queen Cristina
The Painted Veil
Anna Karenina
Camille
Conquest
Ninotchka

Image hosting by Photobucket

09/01/2003 - 10/01/2003
06/01/2004 - 07/01/2004
07/01/2004 - 08/01/2004
08/01/2004 - 09/01/2004
09/01/2004 - 10/01/2004
10/01/2004 - 11/01/2004
11/01/2004 - 12/01/2004
12/01/2004 - 01/01/2005
01/01/2005 - 02/01/2005
02/01/2005 - 03/01/2005
03/01/2005 - 04/01/2005
04/01/2005 - 05/01/2005
05/01/2005 - 06/01/2005
06/01/2005 - 07/01/2005
07/01/2005 - 08/01/2005
08/01/2005 - 09/01/2005
09/01/2005 - 10/01/2005
10/01/2005 - 11/01/2005
11/01/2005 - 12/01/2005
12/01/2005 - 01/01/2006
01/01/2006 - 02/01/2006
02/01/2006 - 03/01/2006
03/01/2006 - 04/01/2006
04/01/2006 - 05/01/2006
05/01/2006 - 06/01/2006
06/01/2006 - 07/01/2006
07/01/2006 - 08/01/2006
08/01/2006 - 09/01/2006
09/01/2006 - 10/01/2006
10/01/2006 - 11/01/2006
11/01/2006 - 12/01/2006
12/01/2006 - 01/01/2007
01/01/2007 - 02/01/2007
02/01/2007 - 03/01/2007
03/01/2007 - 04/01/2007
04/01/2007 - 05/01/2007
05/01/2007 - 06/01/2007
06/01/2007 - 07/01/2007
07/01/2007 - 08/01/2007
08/01/2007 - 09/01/2007
09/01/2007 - 10/01/2007
10/01/2007 - 11/01/2007
11/01/2007 - 12/01/2007
12/01/2007 - 01/01/2008
01/01/2008 - 02/01/2008
02/01/2008 - 03/01/2008
03/01/2008 - 04/01/2008
04/01/2008 - 05/01/2008
05/01/2008 - 06/01/2008
06/01/2008 - 07/01/2008
07/01/2008 - 08/01/2008
08/01/2008 - 09/01/2008
09/01/2008 - 10/01/2008
10/01/2008 - 11/01/2008
11/01/2008 - 12/01/2008
12/01/2008 - 01/01/2009
02/01/2009 - 03/01/2009
03/01/2009 - 04/01/2009
07/01/2009 - 08/01/2009
08/01/2009 - 09/01/2009








website stats

Wednesday, February 28, 2007

 
Pela volta dos shortinhos, um manifesto mulherzinha.

Photobucket - Video and Image Hosting

Foto de Henrique Fanti, totalmente surrupiada do Impedimento


O futebol é uma coisa masculina, sempre foi. Não adianta, você, mocinha, ter paixão. Não adianta entender mais que vários. Não adianta que você xingue mais do que os elementos mais mal-encarados da torcida mais violenta. E nem adianta fazer parte da tal torcida. Diferente deles, a gente não sabe quem fez o 14° gol (que, aliás, foi anulado*) na Copa de 50. Não sabemos a escalação do time campeão do primeiro campeonato * insira aqui o adjetivo correspondente à sua naturalidade *. A gente não tem memória pra essas coisas. A gente, mulher, consegue identificar 8 nuances de uma mesma cor, mas saber se quem fez o gol decisivo foi o camisa 9 ou o 11 é coisa de menino.

Nós nunca saberemos como é ganhar a primeira bola e correr pra comemorar com os meninos da rua; o que é ser sempre mandando pro gol; ou provocar o amiguinho que perdeu. Eles nunca saberão como é emocionante o primeiro beijo e como a gente se lembra dele, e de todos os segundos que antecederam e de tudo que a gente sentiu. Nós somos café-com-leite quando o assunto é futebol. Não por falta de quaisquer conhecimentos ou ausência de paixão, é porque a gente menina. Ou você vai dizer que ouve atentamente quando um moço (que não é o seu hair-stylist ou o gay amigo) fala sobre cabelo, maquiagem e roupa? Não, isso é assunto feminino. Assim como o ambiente boteco-discussão de futebol não te pertence, amiguinha. E nem a mim.

O importante é que a gente se mete lá e vai colocar dedo na cara e derrubar a cerveja. Estamos aí, lutando pra, pelo menos, sermos ouvidas em conversas que começam com “você viu o jogo ontem?”. Talvez, isso nunca aconteça, mas não desistamos, meninas! Jamais.

O senso comum diz que antigamente era melhor. Os especialistas confirmam. E é aqui que a gente entra de sola, mulherada. Antigamente o futebol era mais bonito e os shorts menores. Sim, existem mulheres que não ligam pra isso, mas existem aquelas que ligam e as que adorariam um estímulo para perder horas de seu fim de semana num estádio ou em frente à TV. Pensa só, querida, além de ver os gols da rodada, você pode dar aquela manjada inocente num par de coxas aqui, num bumbum ali e unir o útil ao agradável. Porque Ronaldinho, o Gaúcho, é mais feio do que bater na mãe em véspera de Natal, mas que pernas! E é injusto ficar esperando um carrinho ou um tombo pra espiar músculos nos quais esse moços investiram tanto tempo e trabalho, não é mesmo?

Poderia-se aqui, até mesmo, relacionar a perda de qualidade do futebol com o aumento progressivo dos shorts. Até que se chegou nessa chateação atual com bermudas disformes e que só deixam joelhos à mostra. Oras, e quem quer ver JOELHO? Faça-me o favor, FIFA. Enfim, fato é que nós queremos voltar à época de ouro do futebol, nem que seja só fashionisticamente. Porque a mudança no futebol mundial precisa começar por algum lugar.


*Observação meramente ilustrativa.
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 5:08 PM



Tuesday, February 27, 2007

 
Da série: Uma das melhores coisas da vida - ou ainda: Caminho para o meu coração.

Alfajor negro relleno de dulce de leche.
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 3:26 PM



Monday, February 26, 2007

 
" mulheres são como impressões digitais, você pode se livrar delas tacando fogo."

Coituxo é gênio.
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 4:49 PM



Sunday, February 25, 2007

 
Valeu, freguesia.


Como era de esperar, quando vale alguma coisa o vasco sempre entrega pro Mengão (tendenciosa eu? Magina, coração). Eu prestei atenção no jogo até o gol de empate dos bacalhaus, depois fui ver videos da Shakira porque sou uma pessoa nervosa. Os penaltis? Curiosamente só vi o que o Flamengo perdeu. Depois espiei a TV e o freguês já tinha perdido 3, achi que não dava mais pra eles e resolvi ver a última cobrança rubro-negra.

Comemorei como se fosse vitória, porque é gostoso ganhar. Deles é melhor ainda. Uma das poucas coisas mais divertidas do que ganhar do vasco é atropelar tricolor, sempre garante aquele sorriso jocoso (ah, é tão fácil me agradar). Enfim, vem quente, Madureira, tamo com 2 fervendo.
Alilás, bem bom mesmo vocês virem embalados daquele 4x1, porque é bom também calar a boca de moleque marrento.

Se eu comparecerei ao estádio? Nem morta! Eu sou pé frio, vai ser pela tv, mas no esquema procurando outra coisa.
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 7:19 PM




 
Da chuva.

Em todo o verão, o único banho de roupas foi durante o carnaval, um carro-pipa no meio de um bloco. Logo ela que sempre corria pra rua quando começava a chover forte. Logo naqueles dias de calor infernal, nenhuma chuva forte de fim de tarde foi aproveitada. Nada.

A última lembrança de um temporal desses tem uns 2 ou 3 carnavais. Foi um australiano que a carregou pra longe. Gorgeous legs, beautiful girl, ela dizia, ela sorria feito uma menininha e se ia deixando levar por aquele moço alto e charmoso. Parece ter sido uma das últimas lembranças de qualquer sensação boa.

E queria uma chuva dessas fortes e pesadas, pra levar embora tudo de ruim. Pra renascer. Melhor, mais forte, mais resistente, menos cínica. Mas o céu não tem nuvens. E as promessas ficam pra outro dia. Pra quando for rasgada por uma nova emoção.
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 5:38 PM



Thursday, February 22, 2007

 
Isso* é o futebol francês. Agora vejam até 2 minutos.

ALGUÉM ME EXPLICA? A situação boçal e, mais especificamente, como JEMT DESSE PAÍS ganha de nós*.


*Cortesia de menino Gabs.
**Se você pensou em responder
a) blablabla a maioria não joga na França;
b) blablabla nosso futebol também não é grandes merdas;
c) blablabla cala a boca e pega a cerveja, mulé.

Nem se dê ao trabalho. Elogia a minha tatuági e troque de carreira. Altamente recomendável uma mudança para o litoral e a brilhante carreira de catador de coquinho.

 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 5:18 PM




 

The Childlike Empress:
Bastian. Why don't you do what you dream, Bastian?

Bastian:
But I can't, I have to keep my feet on the ground!
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 9:53 AM



Friday, February 16, 2007

 
Criaram um perfil falso pra mim num forum. Clonaram tas informações de um outro forum que eu participo e postam como se fosse eu.

Não poderia estar mais assustada com o nível de maluquice dos seres humanos. A parte boa é que essas pessoas moram a milhas e milhas distante de mim. Mas ainda assim, ASSUSTADOR.
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 3:42 PM



Thursday, February 15, 2007

 
É de verdade, dói e não sai.

Não é dendê, é Bepantol.

Enfim, eu enfrentei meu medo e fui me tatuar. E o rapazinho foi um anjo de candura com os meus pitis mulézinha. Total paciente e compreensivo.Mora no meu ç2 (sim, eu acho que estou desenvolvendo um pequeno crush nele. coisa de gente carente que viaja com qualquer atençãozinha). E eu fui sozinha, sem ninguém pra segurar na mãozinha e essas viadices femininas.

E eu estou fazendo a minha parte pra manter o inferno bonito. nerde também.


Entenda a tatuagem aqui e aqui .
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 5:31 PM



Tuesday, February 13, 2007

 

Alguém me diz que isso foi proposital? Por favor?
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 12:15 PM



Monday, February 12, 2007

 
It's my party and I cry if I want to, cry if I want to. You would cry too if that happened to you.Ontem.Hoje.

 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 9:37 AM



Thursday, February 08, 2007

 
O passatempo da minha tarde.


Xianey:
ai menine, ja achei os jogos que vou assistir em bs as
vo ver River pela Libertadores no monumental de nuñez huhuhuhuhu
E vai ter jogo tb do campeonato argentinho, devo ver boca x estudiantes
*romarinho vibrations vlw*


Eu:
AHAAHAHAHAHAHHAHAHHAHA
RONALDINHO, VOCÊ É O NOSSO MARADONA, RONALDINHO
se encontrar o maradona no estádio, é favor colocar um papel na mão dele dizendo : TE EXTRAÑO, LILA!

HAHAHAHHAA PCÓÓÓÓÓÓÓÓ

Xianey:
que vacilo, o boca nao vai jogar em casa durante nossa estadia. filhos da puta!!!!!!!!!1

Eu:
continuo com o pedido a respeito do maradona. se encontrar eu quero foto com plaquinha. AHAHAHHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHHA
HAHAH

Xianey:
Tiop tá ligada q se eu realmente encontrar nem vou conseguir chegar perto pq sei q vou cagar na toga de tanto rir da cara dele qd lembrar do seu pedido ahahahahahahahah

Eu:
VOCÊ NÃO SE ATREVA A FAZER ISSO! Toda a minha felicidade vindoura está calcada na posse dessa foto.


Porque normalidade é pra vocês, eu quero alopração pra sempre.

 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 4:10 PM




 
Da preguiça de aniversário. Ou estou monotemática sim, fodas, my blog, my rules.

Eu gostava de aniversários até uns 3, 4 anos atrás. Ano passado ainda dei uma comemoradinha, mas já não era com a mesma empolgação de 2002, por exemplo. A percepção de ter virado adulta deve ter chegado junto com a leve sensação de um certo fracasso (em vários sentidos, mas não cabe aqui) e me tirou a animação de que, yo, menos um to go. É chato isso, porque - assim como no Natal - parece que rola uma certa obrigação em estar feliz no seu aniversário, afinal, blablablafodace.

Não penso assim. Acho que aniversário é aquele dia em que você simplesmente deixa a pessoa em paz pra pensar na vida. Pra fazer o que quiser e pra deixá-la livre de todas as amarras sociais. Tiöp, se eu quisesse andar pelada. tava maneiro. O policial poderia até me parar, mas aí eu mostrava a identidade e ele conferia que era meu avinersário e me deixava ir, elogiando a derriére. Ou se eu quisesse, simplesmente, vir trabalhar de peruca, ninguém poderia rir, olhar torto e nem fazer qualquer comentário. Liberou geral, é meu aniversário. Vai ver é por isso que eu fico implicada com essa obrigação de passar "em família". Pra quê? Sério, eu gosto deles, mas esse deveria ser um dia meu. E eu não deveria passá-lo ouvindo as imbecilidades de uns e outros. E nem aturando babaquicezinha de quem quer que seja. Porque eu valho muito (*joga a cabela L'Oreal style*).

Enfim, é mais complicado e menos divertido, mas eu já me exponho demais aqui pra entrar em todos os méritos de tempo perdido. Sei lá, mais perto de aniversários começa aquele lance de repensar vida, objetivos etc e tal. Mais ou menos como é a virada de ano pras pessoas comuns, essa deprêzinha de mais uma ano foi. Um pouco spirit, mas sobrevivendo.

E, retrospectivando e andando, foi um ano até direitinho. Sem grandes realizações, sem grandes frustrações, sem grandes paixões. Tudo ali, na média, morninho, comida requentada no microondas, figuração de malhação. Mas respirando e vivendo um dia depois do outro. Esperando menos, falando menos, expondo menos a minha figura na medina. Porém mais calma, mais zen, dando mais valor às pessoas e coisas que importam de verdade.

E, curiosamente, esse meu ano novo começa com a sensação de estar incrivelmente velha e terrivelmente adolescente. Não que seja ruim, mas não é bom. Sei lá, apenas é. E vou junto, segurando as expectativas.

Enfim, desculpa o transtorno, esse ser humano está em manutenção para seu conforto.
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 9:21 AM



Wednesday, February 07, 2007

 
Mais amarga do que jiló. Mais azeda que limão. Mais velha do que a escrita.

 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 12:45 PM




 
Por que algumas pessoas sentem a necessidade de comemorar pelos outros? Tiöp, eu não quero fazer nada no meu aniversário, posso família? Não, não posso. De acordo com papai e vovó eu TENHO que fazer algo.

Oras, é MEU aniversário. E se EU não quero comemorar e sorrir e fingir que tou ADORAAAAAAAANDO, problema exclusivamente meu. E seguem aqueles montes de explicações de que eu não quero fazer nada. Aliás, o mesmíssimo diálogo aconteceu com menos de 5 minutos de diferença.

Telefone, papai:
-E o que você quer fazer no seu aniversário?
-Nada.
-Nada?! *indignadíssimo*
-É, nada.
-Eu pensei em a gente fazer algo, jantar, um lanche no fim da tarde...
-Eu não quero.
-Você vai trabalhar e voltar pra casa?
-É.
-Não vai nem sair?
-Não.
-Tem certeza.
-Sim.

Vovó, 5 minutos depois:
-O que você quer fazer no seu aniversário?
-Nada.
-Como nada?
-Assim, nada.
-Por que?
-Porque eu não quero.
-Nem um jantarzinho?
-Não, é numa segunda, não quero nada. Só atrapalha.
-Mas você vai trabalhar e depois vem direto pra casa? Não vai nem sair com seus amigos?
-É, exatamente isso.
-E o que você quer de aniversário?
-Sei lá, nada.

E eu saí de perto. É difícil entender que eu não tou com humor? Aliás, me admira isso vindo da minha avó. Porque antes, ela reclamava que eu tava indo dormir tarde, saindo todos os dias e agora é que eu não saio de casa. Ah, se decide.

Mas antes de decidir, é favor respeitar a minha decisão. Porque eu NÃO vou sair de casa segunda pra festejar o aniversário da minha madrasta. É meu também e eu não quero fazer nada. Agradeço a preferência.
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 9:35 AM



Tuesday, February 06, 2007

 
Estou cercada de péla-sacos.*

Tou eu, linda (ha) e ruiva (haha) trabalhando, tiöp, mó atenção à tela do sistema e essas burocracias legais do mundo corporativo, quando vejo uma movimentação diferente do meu lado esquerdo (o que é bom, porque tal coisa do lado direito me deixaria numa certa pânica, 29 andares acima do nível do mar vibrations, vlws). Assustada eu olho pro lado. É o arghentinho-novo-chefe me dando tchauzinho meigo.

Caraleo, foi anunciado ONTEM que ele é o chefinho (aqui é o sistema de chefinhos, chefes, chefões e Rocco). Tá, quer ser simpático e agradável. Beleza, mas tá perdendo tempo com bobagens, porque 2 semanas atrás, ele vinha aqui umas 8 vezes por dia e nem oi dizia, o bonito** que agora esbanja simpatia.

Eu não mereço. Veja bem, eu acredito em educação e cortesia no ambiente de trabalho, mas hipocrisia meio cansa em qualquer lugar. Não falava comigo dia desses, nem o famosão cumprimento de sobrancelha e agora é amigaço-te-considero-pacaraleo-gata? Tá, isso pode melhorar as relações de emprego blablablamúsicafeliz, mas de boua, eu fico receosa. Deveras. Fala sério, amiguxo! Dia desses era nem oi agora é sorrisinho? Continua nessas, vai querer um vem cá, minha nêga. E eu tou fora. Foríssima.

*****

Nesse meio tempo, a menina aqui do lado tá fazendo campanha pela saída do Felipe do BBB. Eu fico broxada total, porque eu quero SANGUE e nego fica de imbecilidade achando que ele tem que sair porque é escroto. Ora porras, tem que ficar exatamente por isso. Eu acho que uma emissora que já tem 5 novelas não precisa de mais uma. E barraco bom é o dos outros, onde a gente pode rir sem se envolver demais.

Que nem quando a vizinha do 205 tá jogando as roupas do marido pela janela e o prédio todo vai pra janela, chama a polícia e fica comentando. Mal ae, amizade, mas eu gosto dessas coisas e me divirto enquanto a bosta não espirra pro meu lado.


Além do mais, eu tou insuportavelmente chata. Relevem.


*Grande idéia para uma camiseta, levemente inspirada nessa.
**Alilás, bonito esse que fez a gracinha e colocar bandeirinhas argentinhas no alto da mesa dele e vinha alucinar a cada vitória argentinha. Beleza, direito dele, mas ensaiou um leve carão quando no jogo Alemanha x Arghentinha eu tava com o casaco germânico e um mega sorriso na cara.
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 1:21 PM



Monday, February 05, 2007

 
Prazer, eu sou o Patolino. Claro que numa versão muito mais hardcore e paranóica, porque eu sou true metal. Não poderia ser diferente.
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 11:12 PM




 
Atenção clientes e fornecedores

Não estamos respondendo a insultos, ofensas e babaquices afins. Não que eu tenha uma vida, mas não tou numas de disperdiçar meu tempo batendo boca com desocupado. O sangue congelou, pessoal. Pode xingar, ofender, chamar de feia-boba-chata e inventar que eu tou pagando de gatinha pra entrar na vara que não rola. Cansei.

Quer interpretar mal? Ema, ema, ema, cada um com seus pobrema. Nenhuma paciência pra joguinhos de pseudo poder. Dude, it's the fucking infernerdz!!!~111one

Além do mais, minha dose de aborrescência já está toda comprometida com paixãozinha platônica que marromeno sabe que eu existo. Todo o resto do comportamento ginásio fica impedido de existir, desculpa, passa na outra vida.

Grata,
A Gerência.
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 11:01 AM



Thursday, February 01, 2007

 
Hips don't lie.

Eu tenho um encosto de obeso mórbido, fato. Como desesperadamente e meu metabolismo segura as pontas lindamente, porém de uns tempos pra cá eu tenho notado uma pequena dificuldade pra vestir as calças. Sempre rola um momento Shakira, com aquela jogadinha de quadril pra calça entrar. Bom, eu já sabia que tinha engordado um quilo porque me pesei dia desses (acreditem, na minha pessoa 1kg FAZ DIFERENÇA), agora eu só descobri pra onde ele foi. Só me esqueço de pesar com mais freqüência pra ver se o quilinho deu cria, porque meus quadris e coxas estão maiores.

E, não, isso não é uma reclamação. É mais pra comemoração mesmo. Até porque, vem bem a calhar nesse momento em que planejo o Inverno 2007.
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 11:46 AM