<body bgcolor="#000000" leftmargin="0" topmargin="0" rightmargin="0" bottommargin="0" marginwidth="0"><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5805460\x26blogName\x3dLife+would+be+so+wonderful+if+we+only...\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://womanofaffairs.blogspot.com/\x26vt\x3d2451192399324840577', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Herr och fru Stckholm
En Lyckoriddare
Konsum Stockholm Promo
Luffarpetter
Gösta Berlings saga
Die Freudlose Gasse
Torrent
The Temptress
Flesh and the Devil
Love
The Divine Woman
The Misteryous Lady
A Woman of Affairs
Wild Orchids
The Single Standard
The Kiss
Anna Christie
Romance
Inspiration
Love Bussiness
Susan Lennox
Mata Hari
Grand Hotel
As you desire Me
Queen Cristina
The Painted Veil
Anna Karenina
Camille
Conquest
Ninotchka

Image hosting by Photobucket

09/01/2003 - 10/01/2003
06/01/2004 - 07/01/2004
07/01/2004 - 08/01/2004
08/01/2004 - 09/01/2004
09/01/2004 - 10/01/2004
10/01/2004 - 11/01/2004
11/01/2004 - 12/01/2004
12/01/2004 - 01/01/2005
01/01/2005 - 02/01/2005
02/01/2005 - 03/01/2005
03/01/2005 - 04/01/2005
04/01/2005 - 05/01/2005
05/01/2005 - 06/01/2005
06/01/2005 - 07/01/2005
07/01/2005 - 08/01/2005
08/01/2005 - 09/01/2005
09/01/2005 - 10/01/2005
10/01/2005 - 11/01/2005
11/01/2005 - 12/01/2005
12/01/2005 - 01/01/2006
01/01/2006 - 02/01/2006
02/01/2006 - 03/01/2006
03/01/2006 - 04/01/2006
04/01/2006 - 05/01/2006
05/01/2006 - 06/01/2006
06/01/2006 - 07/01/2006
07/01/2006 - 08/01/2006
08/01/2006 - 09/01/2006
09/01/2006 - 10/01/2006
10/01/2006 - 11/01/2006
11/01/2006 - 12/01/2006
12/01/2006 - 01/01/2007
01/01/2007 - 02/01/2007
02/01/2007 - 03/01/2007
03/01/2007 - 04/01/2007
04/01/2007 - 05/01/2007
05/01/2007 - 06/01/2007
06/01/2007 - 07/01/2007
07/01/2007 - 08/01/2007
08/01/2007 - 09/01/2007
09/01/2007 - 10/01/2007
10/01/2007 - 11/01/2007
11/01/2007 - 12/01/2007
12/01/2007 - 01/01/2008
01/01/2008 - 02/01/2008
02/01/2008 - 03/01/2008
03/01/2008 - 04/01/2008
04/01/2008 - 05/01/2008
05/01/2008 - 06/01/2008
06/01/2008 - 07/01/2008
07/01/2008 - 08/01/2008
08/01/2008 - 09/01/2008
09/01/2008 - 10/01/2008
10/01/2008 - 11/01/2008
11/01/2008 - 12/01/2008
12/01/2008 - 01/01/2009
02/01/2009 - 03/01/2009
03/01/2009 - 04/01/2009
07/01/2009 - 08/01/2009
08/01/2009 - 09/01/2009








website stats

Friday, December 23, 2005

 
23 de dezembro e eu, impulsionada por consumismo louco, resolvi fazer compras de natal. É, enfrentar shopping lotado na antevéspera do feriado mais comercial do mundo. Mas, vocês sabem, impulso consumista não vê dia nem hora e muito menos cansaço depois de um dia exaustivo de trabalho, então, lá fui eu, munida de muita boa vontade, paciência e espírito de aventura, enfrentar loja de departamento pra agradar ego.

No fim das contas, nem foi tão ruim ou infernal quanto eu pensaria que fosse e eu tenho 2 saias, 2 calças jeans, 3 blusas, uma carteira e um par de óculos escuros novos e absolutamente lindos. Saí do shopping tão satisfeita, que PRE-CI-SEI fumar um cigarro pra relaxar e terminar o prazer que esse tipo de coisa me gerou.

E ainda tem gente que diz que dinheiro não traz felicidade...
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 11:42 PM



Tuesday, December 20, 2005

 
Dra Bia disse que encontrou um dos 15 mais-mais-mais da blogosfera brasileira no Nippon e eu fui ver quem são os rapazes. Sabem como é, eu tou solteira e gente bonita nunca é demais, principalmente quando se vive cercada de chineses com dentes podres.

Tá, fiquei espantada, porque eu jurava que bloguento era tudo feio. Porque gente bonita tem vida social e não dispõe de tempo pra ficar de abobrice na internê. A menos que seja mulé, porque, veja bem, mulé SEMPRE tem tempo pra contar da vida e/ou manter diarinho. É fato, os pesquisadores das Unversidades de Massachussets e o pessoal dos Racionais MC's ao quadrado comprovam. O tal do Danilo Amarar é um pedaço, gente. PE-DA-ÇU-DO.

Aí eu vejo essas coisas e penso, cá comigo, como assim, Bial? Fosse eu ele, estava mesmo era pelaí, usando a beleza e o intelecto pra passar o rodo em geral. Até, porque, sendo ma ma hu hu* feito eu sou já faço esse tipo de coisa. E antes que alguém venha me dizer que estou me depreciando e blablabla-auto-estima-blablabla-você-precisa-gostar-de-si-mesma-blabla-Dr-Lair-Ribeiro, não estou fazendo isso. Sei das minhas qualidades, dos meus defeitos e que sou um partidão, embora poucas outras pessoas achem isso. Ou entendam minhas piadas, mas vamos que vamos porque esse post-oferecido ainda não terminou.

Vendo o trabalho de campo que as meninas fizeram, começo a achar que
a) não estou procurando nos lugares certos;
b) não sou tudo isso que eu acho que sou;
c) estou exigente demais;
d) tenho mais é que tomar dentro, porque, veja bem, a oferta de homens interessantes não está tão boa e se eu ficar escolhendo demais, vou mesmo é terminar sozinha e maldizendo a vida para 85 gatos e relembrando as besteiras da juventude.

Porém, colocando as coisas em perspectiva, não sou mais dessas que crê em amor nos tempos de internet. Não digo que não acontece, só fico bem reticente nesse ponto. Não é que eu não goste de conversar, exercitar a mente e esses lances, mas eu preciso de pele, de cheiro, de toque e de outras coisas que a internê ainda não proporciona. Sou uma pessoa antiga, amigueenhos, do tempo em que era MUITO mais lazer conversar em mesa de bar ou olhando estrelas ou no aconchego do colchão. Adoro as pequenas coisas que *BUM* só a intimidade proporciona. Eu sou um serzinho ansioso que precisa trazer pro "mundo real" as gentes que conheço de mêssênê, orkutê e outros meios internéticos.

Mas, yo, essa sou só eu.


*Ma ma hu hu (e eu não sei se está escrito corretamente, possivelmente não) quer dizer mais ou menos em chinês. Porque eu tou fina e aprendendo várias expressõeszinhas em mandarim, tá´bom, meu bem?
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 8:57 PM



Tuesday, December 13, 2005

 
Tem uma coisa que eu não entendo mesmo (tá, tá bom. Tém várias, mas finjam que não sabem disso): por que, exatamente, que os homens acham que precisam escolher entre mulher e futebol?

Vejam bem, eu sei que a maioria da mulerada não curte o esporte bretão, mas daí a concluir que toda e qualquer mulher vai te fazer escolher entre ela e jogão na TV é burrice. E das grossas. Porque uma coisa é ficar sentada com um bando de perua que só toma refrigerante light e repara na marca da roupa da "ai,amigaaaaa" e outra é berrar insultos gratuitos pra desconhecidos enquanto derrama cerveja goela abaixo no conforto do sofá ou na euforia do estádio. Eu, particularmente, prefiro a segunda coisa. Especialmente porque eu vim ao mundo sem a menor vocação para ir a churrascada e ficar pagando de fina.

Churrasco + futebol é bom entre amigos e, de preferência, os meus. Porque é pé no chão (ou tênis, ou ainda chinelão), cerveja gelada e carne sangrenta num pratinho de plástico.

Alilás, já que estamos mesmo falando de macharada equivocada, também tenho um certo problema com gente que acha que porque eu sou menina, automaticamente, ignoro topda e qualquer coisa de tecnologia, hq e universos de fantasia. Quando mesmo foi que disseram que preconceito é um troço legal, hein?
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 4:58 PM




 
Sim, eu vivo. Mudei de emprego pra um altamente mais lazer onde lido com gringos o dia todo. Não, gente, eles não são lindos e loiros e vikings. Na verdade, a maioria é velha e chinesa e quer meu corpo, mas isso é divertido, porque eu não entendopalavra e super zoo em português. Lazer, eu diria.

Estou menos cansada, mas totalmente sem assunto. Quer dizer, assunto eu tenho, mas o mundo não precisa de mais uma "ranting bitch", não é mesmo? Eu me sinto meio mal de ficar reclamando da minha solteirice e da baixa qualidade da humanidade como um todo, percebem? Aliás, a única coisa que me tem dado prazer é reclamar.

Pois é, como eu pensei, melhor não.
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 12:20 PM



Thursday, December 01, 2005

 
A palavra mais mal-usada dos últimos 2 séculos é atitude. Todo mundo tem uma e ela é sempre woohoo-super-única-e-autêntica! Sério gente, não tá dando mais. Em todo canto é alguém dizendo "porque eu tenho atitude e se você não gostou, pode me criticar muahuahuahauhau". Na boa, atitude todo mundo tem e ela pde te agradar ou não, mas daí a dizer que usar roupa preta, furar a cara toda e só tirar foto fazendo lml não é ser malvado.

Ouvir Nightlixo não é ser metaleiro. Colocar o boné pro lado, não faz de você rapper. Usar camiseta com gravata é brega, porra, não é atitude.

Saber lidar com as críticas, mesmo que ignorando, porque, veja bem, você não paga as minhas contas é ser gente grande. Pelo menos no meu livro.
 

Greta Garbo, quem diria, foi parar no Irajá as 10:11 PM